» » Como os médicos devem declarar seu imposto de renda?

Como os médicos devem declarar seu imposto de renda?

postado em: Artigos | 0

Explicamos os procedimentos, documentos necessários e melhores opções para a declaração de imposto de renda para médicos.

Como os médicos devem declarar seu imposto de renda?
Como os médicos devem declarar seu imposto de renda?

O período entre fevereiro e março é uma época em que os médicos começam a se preocupar sobre como devem declarar seu imposto de renda.

A declaração do Imposto de Renda para médicos tem características próprias e, por isso, deve ser feita com atenção a fim de evitar problemas futuros.

Uma dica fundamental é lembrar de colocar o CPF de cada cliente atendido, pois os pacientes podem declarar a sua consulta como despesa médica.

Qual primeiro passo para o médico declarar o imposto de renda?

A primeira coisa a fazer é reunir toda a documentação necessária com antecedência para evitar erros ou esquecimentos que podem causar problemas com a Receita Federal.

Alguns documentos que os médicos precisam ter em mãos para declarar o imposto de renda:

  • cópia da Declaração de imposto de renda do ano anterior;
  • informes de rendimentos de instituições financeiras;
  • Informe de salários, pró-labore, distribuição de lucros e aposentadorias;
  • recibos e as notas fiscais referentes às despesas gastas com saúde;
  • recibos dos pagamentos feitos à previdência privada;
  • recibos de aluguéis pagos e/ou recebidos;
  • Recibos de compra e venda de bens do ano anterior;
  • Recibo de doações;
  • comprovantes das despesas do livro-caixa;
  • Darfs de Carnê-Leão pagos.

Simulação de IR para médicos

Simulação de IR para médicos

Depois disso, você pode fazer a sua declaração de imposto de renda para médicos no simulador disponível no site da Receita Federal, a fim de evitar algum tipo de erro e, também, para ter noção do valor a ser pago ou também se há restituição em seu favor.

Feito isso, você deverá analisar as informações ali e caso tenha dúvida deverá procurar um profissional para lhe orientar melhor ou, se preferir, poderá dar início à sua declaração de imposto de renda.

Não esqueça de colocar os seus dependentes (se tiver), juntamente com o CPF correspondente.

Outra dica é não esquecer de declarar tudo aquilo que pode ser deduzido do seu imposto de renda. Com isso, seu valor do IR poderá ser menor.

Alguns itens que podem ajudar a obter dedução são:

  • Gastos com manutenção do consultório (como água, luz, aluguel);
  • Funcionário registrado do consultório;
  • Cursos necessários para o exercício da profissão (condição especial para quem recolher o carnê-leão).

Vale lembrar que qualquer erro na hora de informar as despesas para obter a dedução poderá resultar em autuação pela Receita Federal, portanto, na dúvida, procure um contador especialista na área médica.

Feita a declaração, caso você tenha imposto para pagar, fique atento à data limite para que o pagamento seja realizado. Lembrando que o valor do imposto pode ser dividido.

Médico, não caia na malha fina

É fundamental que você guarde todas as despesas que possam ser comprovadas por documentação.

Como você percebe, a declaração de imposto de renda para médicos é um pouco mais complexa, suas informações precisam estar precisas e todo detalhe é fundamental na hora de declarar.

Vale dizer que há diferenças também na declaração de imposto para médicos quanto à carga tributaria e, por isso, é recomendável que você contrate um especialista no assunto, um escritório de contabilidade para médicos, a fim de obter orientações sobre o melhor caminho a seguir e também para obter melhores reduções tributárias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.